COVID-19: Como ficarão as locações comerciais e a redução de aluguéis.

A pandemia do COVID-19 trouxe uma série de incertezas, com reflexos imediatos na economia e com consequências imprevisíveis. 

O Governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba decretaram estado de emergência, determinando a suspensão de diversas atividades comerciais. Também por Decreto, foi recomendado o fechamento dos demais estabelecimentos comerciais não reputados como essenciais.

Grande parte dos comerciantes/lojistas são locatários dos imóveis onde funcionam os seus estabelecimentos comerciais e certamente terão dificuldades para honrar com o pagamento dos aluguéis, devido ao prejuízo imprevisível. Trata-se de situação extraordinária, que claramente se configura como caso fortuito ou força maior, exigindo a colaboração do locador no sentido de preservar a continuidade da relação locatícia. 

O reequilíbrio do contrato de locação é necessário e pode ser alcançado pela negociação entre as partes, através de descontos, prazos de carência e com a redução do valor do custo de ocupação para o locatário, prevenindo litígios longos e onerosos, evitando a vacância do ponto comercial, que seria muito mais prejudicial.

O Escritório Ling Virmond seguirá compartilhando informações importantes durante este período, alertando sobre possíveis mudanças, leis e impactos na economia relacionados ao COVID-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

Rua Voluntários da Pátria, 400, 19º andar Praça Osório - Curitiba, PR

© 2020 Ling Virmond Advogados Associados – Todos direitos reservados. Desenvolvido por 3MIND.

Open chat